O mundo do Seu Fiorucci

fiorucci1b.jpg 

Esta semana esteve no Brasil o Sr. Elio Fiorucci, fundador da famosa marca dos anjinhos, que foi febre no mundo todo nas décadas de 70 e 80 e está sendo relançada agora aqui no país. O estilista e empresário, que vendeu a grife para um grupo japonês em 1990, deu palestra no Instituto Europeu de Design contando um pouco da história e da magia pop do universo Fiorucci.

fiorucci-love-therapy.jpg

Inspirado pela efervescência cultural da Swinging London, nos anos 60, Elio conta que decidiu abrir a primeira loja em Milão revendendo criações britânicas, para só depois começar a fabricar suas próprias roupas. De arquitetura e ambiente inovadores, a loja logo se tornou ponto de encontro dos modernos italianos. Com a abertura da loja de Nova Iorque, em 1977, Fiorucci conheceu o rei do pop Andy Warhol, de quem se tornou muito próximo e que o ajudou a criar o conceito artístico da loja, chamando novos artistas para redecorarem o ambiente a cada 15 dias. Flash-fashion total. Na turma estavam o artista plástico Jean Michel Basquiat e uma aspirante a cantora chamada Madonna. O apoio da Fiorucci foi fundamental para a abertura do inesquecível clube Studio 54 e também para alavancar a carreira de Madonna, que fez sua primeira apresentação num desfile da marca. Essas histórias foram uma delícia de se ouvir.

345831.jpg

Convite para uma festa de aniversário da Fiorucci no Studio 54  

Com um discurso bem humano, Elio, que hoje está à frente de outras 3 empresas, faz pouco caso da fama e da riqueza. Ele enaltece valores como o amor e o afeto, antes de se empolgar contando da experiência da Fiorucci no Brasil que, em 1978, veio revolucionar os costumes também por aqui, pelas mãos da Glorinha Kalil. Costanza Pascolato mediou a palestra e contou (em italiano) um pouquinho da experiência fashion victim dela com a Fiorucci. Muito bom.

349996vogue_fiorucci_vogue_334_469.jpg

A palestra

Anúncios

4 Respostas to “O mundo do Seu Fiorucci”

  1. forademoda Says:

    Bom, para esta eu recebi convite, kkkkkkkk, mas fechando 3 matérias simultâneamente não consegui ir. Mas voltando, hoje em dia eu to véio, to cansado, como diria a Marcelona e se não mandam convite é que nossa presença não é importante. Falei várias vezes no blog sobre o Filme Fashion, e hoje em dia, não precisa mandar o convite em casa, etc e tal. Manda um email e tá ótimo. Mas nem isso! E hoje recebo um com a programação… AFE!
    Ah! Quer saber? Tudo bem, arrastei minha sandália de prata na gafieira e foi ótimo!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. ai Sylvain, que delícia, isso é um texto includente, vc me levou para um lugar que eu não tinha ido e adorei.
    obrigado por me contar sobre a palestra, estava super curioso para saber o que tiba acontecido e ainda tem a foto da Costanza ótima!
    adorei mesmo

  3. Wow, que saudades…
    Fiorucci era a griffe mais “moderna” no inicio dos anos 80, tanto la fora quanto no Brasil. Ter um jeans Fiorucci era um alto simbolo de status e tudo na loja era muito caro, mas como eu era adolecente e dependia de mesada dos pais tudo parecia muito caro entao! A loja de Ipanema no Rio era transaderrima, vendendo tambem as roupas assimetricas de Frankie & Amaury, tudo muito pos-disco/new wave. Lembram de “Menino do Rio”? Todos os “cools” vestiam Fiorucci. Anos depois, quando a marca ja tinha se diluido, ate na C&A e Mesbla se encontrava as tais camisetas dos anjinhos… A ultima vez que eu vi uma loja foi em Milano, 3-4 anos atraz, que so vendia feminino e quinquilharias em geral.
    Mas sera que o tempo nao passou para Fiorucci? Talvez se empregarem um tipo “Tom Ford” para revirar a imagem da compania, mas do contrario, apesar da memoria afetiva, eu fico na duvida…

    http://www.little-pumpkins.blogspot.com

  4. Cleide Barcelos Says:

    Eu adoraria comprar os produtos da Fiorucci. Esta marca fez parte de minha infância e adolecência. Gostaria de saber se em minha cidade(Belo Horizonte-MG) é possível encontrar estes produtos, e até mais, queria pedir que fabircassem uma sapatília que era vendida nos anos 80. Era preta cheia de anjinhos.

    Obrigada pelo espaço cedido e aguardo resposta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: