Paris highlights

Venho tentando subir um post há dois dias e o WordPress não deixa. Enfim, força no Word e vamos lá. Ainda dá tempo de falar da temporada de desfiles masculinos de Paris, que terminou no começo da semana. Por causa do SPFW, só agora consegui parar e olhar tudo de novo, com calma.

dior-homme.jpg

Calça do MC Hammer na Dior Homme

 

lanvin.jpg

Falta frescor na coleção da Lanvin

Minhas decepções: Dior Homme (again!) e Lanvin

 

dior-homme1.jpg
Look beirando o cafona da Dior

A falta de rumo de Kris Van Assche à frente da Dior Homme é brochante. Todo o avanço conseguido na imagem e na silhueta parece que andou pra trás. Ai que saudade do Hedi Slimane! Em desfile total black, Van Assche continua apostando na calça a la MC Hammer da temporada passada, alternando com umas skinnies bem esquisitas e camisas em materiais que só fazem enfeiar. Nem o shape dos paletós –todos de um botão- funciona mais. Pra piorar, ele escalou meninos da vida real pra vestir os looks, bem longe daquele casting irretocável de tempos recentes. Trágico. Dando uma olhada também em sua coleção solo -bem insossa, por sinal-, concluo que o moço tem mais é que pedir pra sair. Pronto, falei!

lanvin1.jpg
Um dos meus looks preferidos na Lanvin

Não é que a coleção da Lanvin seja ruim, veja bem. É que as duas últimas eram TÃO boas, que o grau de exigência ficou alto demais. Tem um monte de abotoamento duplo –nos casacos, paletós e coletes de modelagem meio desestruturada- e calças mais curtas, na canela mesmo, algumas com punho de jogging – como na Dolce & Gabbana. Resultado de uma inspiração meio bizarra de Lucas Ossendrijver, que olhou para garotos que crescem rápido demais e acabam vestindo roupas pequenas ou grandes demais.

 lanvin2.jpg
A calça do menino que cresceu rápido demais

Tem looks lindos, sim, mas falta o frescor das coleções anteriores.

Esperava mais também da Ann Demeulemeester, sempre entre meus favoritos, mas dessa vez não rolou.

Meus preferidos: Comme Des Garçons e John Galliano (disparado!).

comme1.jpg
Punk cool na Comme des Garçons

Rei Kawakubo prova toda sua rebeldia prestando justa homenagem à Vivienne Westwood –que esteve entre nós semana passada- e ao punk, numa leitura cool e nada óbvia, o que torna o tema ainda mais legal. Muito xadrez, bermudas de todo tipo –é coleção de inverno, lembram? Será efeito do global warming?- e paletós incríveis –de um botão. Bem bom.

comme2.jpg

galliano-fall2.jpg

Agora, show mesmo foi o desfile de Galliano –ah, como eu queria ver isso ao vivo!- e seus homens vindos de terras sombrias e geladas, com pitadas de terror e teatralidade. Tudo inspirado no conto “The masque of the red death”, de Edgard Allan Poe. Sobreposições, amarrações, peles e texturas…São looks muito ricos, que escondem por baixo peças comercialmente muito boas, como as calças utilitárias e os moletons. Mais um golpe de mestre. A boa notícia é que Galliano parece estar pensando em abrir uma loja Galliano Homme e investir mais em sua linha para meninos. Oba!

galliano-fall4.jpg

galliano-fall3.jpg

(Fotos: Marcio Madeira)

Anúncios

Uma resposta to “Paris highlights”

  1. Muito bom esse resumão. Agora, só um detalhinho bobo que me chamou atenção: o que é essa bolsinha para meninos da Lanvin? Não dá na vida real, né? Ou dá? rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: